Não é de hoje que os sofás retráteis e reclináveis se tornaram ícone de conforto e versatilidade. E não é pra menos né: os sofás retráteis e reclináveis possuem um sistema simples que exige apenas que se puxe ou empurre os assentos de acordo com a necessidade. Não tem coisa melhor na hora de relaxar e ver um filminho, concordam? Para tornar essa experiência de cineminha em casa mais confortável, basta puxar o assento do sofá para ter mais espaço. Se a ocasião for para receber os amigos para um bom bate papo, basta empurrar ou puxar os assentos para posicioná-los de forma a acomodar bem seus convidados. Eles vieram para ficar, isso é fato! Se você não tem dúvidas de que esse modelo vai fazer o maior sucesso na sua sala, confira 5 dicas para acertar na escolha.

1. Tamanho

Na hora da escolha a fita métrica ou uma trena são suas melhores amigas. Elas vão te ajudar a escolher o tamanho e o comprimento do sofá. Vale lembrar que é importante também tirar as medidas que o sofá vai ocupar aberto e fechado para não prejudicar a ergonomia do seu ambiente. Outra dica providencial é ficar atento às medidas de portas, escadarias e elevadores, por onde o sofá vai passar até  chegar a sua sala. O modelo retrátil é ótimo para ambientes pequenos, porque você consegue preservar o espaço de circulação quando o sofá está fechado ou privilegiar o conforto quando estiver aberto. Mas se você quer ainda mais conforto, existem os modelos que também são reclináveis. Para salas pequenas, o zero wall (modelo de sofá com a parte de trás estreita) é o ideal, pois em vez de reclinarem para trás, eles deslizam para baixo, eliminando a necessidade de espaço atrás do sofá. Aposto que você já está sonhando com o momento de ficar de pernas para o ar, acertei?

2. Revestimento

Você sabia que o revestimento também influencia no conforto? Os tecidos naturais, como, por exemplo, os de couro natural são mais agradáveis ao toque. Como respiram, eles conseguem absorver melhor a umidade e oferecer maior conforto térmico. O suede e o veludo são sintéticos, porém são muito macios, suaves, aconchegantes e têm um diferencial que faz a diferença. Eles são super fáceis de limpar: com apenas um pano úmido você consegue tirar as manchinhas indesejadas.

3. Cores

Cor é o que não falta na hora de escolher o sofá. Hoje encontramos uma variedade enorme de tons seguindo uma paleta mais neutra, mas é claro que também tem espaço para os modelos vibrantes como o vermelho, o azul e o amarelo. Essa é uma escolha muito pessoal e varia de personalidade para personalidade. Tem quem prefira um sofá neutro para utilizar as cores nos acessórios, como almofadas, mantas e tapetes. Mas também tem quem goste da ousadia e da modernidade que um sofá vermelho traz para a sala. Nessa hora não existe certo ou errado, deixe o seu gosto falar mais alto.

4. Sofá retrátil pode ser elegante

O que não falta são modelos de sofás retráteis, não é mesmo? Tem um modelo para todo tipo de gosto. Até você que gosta de design e prefere algo mais clássico e elaborado vai querer um. É verdade que eles são maiores e mais robustos, mas também possuem detalhes elegantes que garantem mais leveza e graciosidade, como por exemplo, pés cromados, encostos estilizados, braços acolchoados. Impossível não gostar!

5. Teste o sofá

Por último, mas não menos importante: experimente o sofá quantas vezes achar necessário. Acione o mecanismo de expansão do assento e não tenha vergonha de sentar e se recostar na chaise, com os pés para cima, para ver se ele é realmente confortável para você. É nessa hora que você vai ter certeza se são feitos um para o outro.

Lembre-se de escolher um sofá confortável, mas que seja firme, pois as molas e espumas, por melhor que sejam, tendem a amaciar com o uso. Se você já afunda no sofá antes mesmo de levar para casa, corre o risco de ficar abaulado demais depois.

Agora que você já sabe de tudo isso, é só dar um pulinho aqui na Ciello e encontrar o sofá retrátil e reclinável que vai conquistar o seu coração. Estamos te esperando!

Fonte: Toques da Toque, Blog Cecilia Dale, Arquidicas

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *